Quem Somos

A Renapsi iniciou atividades em Goiânia/GO, no ano de 1992, como Centro de Promoção Social (CEPROS), e em parceria com empresas, organizações sociais e órgãos governamentais executou projetos de efetivação do direito à vida, à educação, à qualificação profissional e ingresso no mercado de trabalho, beneficiando milhares de famílias.
Antes da implantação do Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), já era dedicada ao enfrentamento da problemática infanto-juvenil nas comunidades em situação de vulnerabilidade social, empreendendo esforços para conter a evasão escolar, o desemprego e o combate às drogas e violência.
Manteve um dos primeiros abrigos juvenis do Brasil para o atendimento a menores de idade em cumprimento de medida socioeducativa (Liberdade Assistida) e em processo de ressocialização.
Em parceria com outras organizações sociais, em 1996, se dedicou à execução de programas socioeducativos geradores de renda para maiores de 14 anos e, com o advento da Lei 10.097/2000, a instituição tornou-se uma especialista na execução de Programas de Aprendizagem.
A partir de 2009 passa a ser denominada Renapsi - Rede Nacional de Aprendizagem, Promoção Social e Integração. Com sede no Distrito Federal, encontra-se juridicamente representada em diversos Estados brasileiros, atendendo todas as regiões do país.
Ao longo de seus anos de experiência traz propostas e tecnologias inovadoras, contribuindo com a implementação de políticas públicas para a população brasileira.

Missão

Desenvolver um conjunto integrado de ações que viabilizem a promoção do protagonismo, a participação cidadã, a mediação do acesso ao mundo do trabalho e a mobilização social para a construção de estratégias coletivas.

Objetivos estatutários relacionados

Executar Programa de Aprendizagem, nos termos da Lei nº 10.097/00, por conta própria ou em parceria com outras instituições, que garanta ao adolescente carente formação técnico-profissional metódica.
Colaborar com instituições públicas e privadas nas áreas de educação e de assistência social, desenvolvendo ações e projetos de inclusão social.
Executar programas comunitários, ações e projetos voltados para o resgate da cidadania, envolvendo as áreas de saúde, educação, cultura, esporte, turismo, meio ambiente, geração de emprego e renda.
Empreender ações, projetos e programas que promovam a empregabilidade e a inclusão digital da comunidade.
Apoiar o desenvolvimento de ações de pesquisa, de ensino e desenvolvimento institucional de interesse da comunidade.
Promover o combate à pobreza e o desenvolvimento da ética, da paz, da cidadania, dos direitos humanos, da democracia e de outros valores universais.
Celebrar convênios, contratos, acordos, termos de parceria e outros instrumentos congêneres, com entidades públicas ou privadas.
SIC